Mosaic.pt

Análise do risco de inundação costeira a partir de múltiplas fontes para comunidades seguras e desenvolvimento sustentável

Resumo

O projeto MOSAIC.pt visa desenvolver um quadro de referência inovador de apoio à gestão do risco de inundação na zona costeira, incluindo estuários, com base na integração de modelos de previsão e monitorização em tempo real das variáveis relevantes ao processo de inundação, e tendo em conta as diferentes dimensões da vulnerabilidade do território.

Mais informações

 

Resultados


Disponível mais tarde

Publicações


Comunicações em eventos científicos

Paula Freire, André B. Fortunato, Alexandre Tavares, Anabela Oliveira, Pedro P. Santos, 2019. Multi-source flood risk analysis for safe coastal communities and sustainable development. 5ª Conferência sobre Morfodinâmica Estuarina e Costeira - Livro de Resumos: 71-72. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. ISBN:978-989-20-9612-4.

Relatórios
Field campaigns. Cova-Gala, Vieira and São Pedro de Moel beaches, January-March 2019

Eventos


Disponível mais tarde

Notícias


Disponível mais tarde

-->

Consórcio


 

Equipa

LNEC
Paula Freire (IR), André Fortunato, Anabela Oliveira, Filipa Oliveira, Juana Fortes, Maria João Henriques, Teresa Reis, Alberto Azevedo, Ana Rilo, João Rogeiro, Ricardo Martins

CES
Alexandre Tavares

CES / IGOT
Pedro Santos

Consórcio

 

Financiamento

Contacto


Laboratório Nacional de Engenharia Civil
Av. do Brasil, 101
1700-066 LISBOA
PORTUGAL

Paula Freire

218 443 637

 

 

CONTEXTO

A orla costeira continental portuguesa apresenta um risco elevado a situações de galgamento e inundação, demonstrado pelo impacto de eventos recentes, que tenderá a aumentar face à subida do nível médio do mar. Urge assim integrar conhecimentos sobre os perigos, vulnerabilidade e exposição de pessoas e bens, no desenvolvimento de estratégias que contribuam para melhores formas de planeamento e de resposta à emergência.

OBJETIVOS

O projeto estrutura-se numa questão científica relevante para a análise do risco de inundação costeira: se o processo de inundação depende das características do território afetado, qual a forma mais eficiente de o prever para cumprir com as necessidades da gestão de emergência?
Os objetivos específicos do projeto são:

  1. definir as tipologias costeiras afetadas pela inundação que suportarão o desenvolvimento de uma metodologia integrada de análise de risco;
  2. melhorar a capacidade de previsão do galgamento e inundação em diferentes tipologias costeiras, através da integração de dados de múltiplas fontes;
  3. contribuir para melhorar a capacidade de resposta à emergência, quer das instituições envolvidas na sua gestão, quer das comunidades afetadas.

ABORDAGEM METODOLÓGICA

A abordagem seguida inclui a avaliação preliminar das tipologias costeiras mais críticas à inundação na costa ocidental portuguesa com base no histórico de ocorrências. Esta avaliação permite escolher um observatório que servirá de zona de teste e validação das metodologias a desenvolver, de previsão, monitorização e integração de dados, e onde serão ainda avaliadas as diferentes dimensões da vulnerabilidade. Do contexto de observatório resultarão linhas orientadoras para o desenvolvimento de um sistema integrado de análise de risco, suportado em diferentes cenários de perigo incluindo de subida do nível médio do mar, e de vulnerabilidade e exposição. Será ainda conceptualizada uma componente de resposta à emergência em tempo real baseado no sistema de previsão em tempo real do LNEC para a circulação forçada por ondas e correntes (WIFF- http://ariel.lnec.pt/).

RESULTADOS ESPERADOS

O projeto contribuirá com metodologias inovadoras de apoio ao planeamento e resposta à emergência, e que promovem comunidades mais seguras e resilientes, em linha com as principais estratégicas nacionais e regionais e no cumprimento das prioridades definidas no Quadro para a Redução do Risco de Desastre de Sendai (2015-2030).
Os resultados esperados do projeto são:

  1. Base de dados de eventos de inundação com impacto na costa ocidental portuguesa;
  2. A identificação das tipologias costeiras críticas aos eventos de inundação e que caracterizam a costa Portuguesa;
  3. Metodologia baseada em múltiplas fontes de informação para previsão do perigo de inundação;
  4. Criação e operação de um sistema em tempo real da emergência de inundação;
  5. Avaliação de lacunas e boas práticas na resiliência das comunidades locais e instrumentos para melhor prevenção, mitigação, resposta e recuperação.